Doação de sangue: um ato simples que pode salvar vidas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Doar sangue é um ato de amor. Você certamente já ouviu esta frase muitas vezes nas campanhas de doação de sangue. Embora seja algo muito simples, a doação de sangue ainda é cercada de preconceito e medo. Isso ocorre, principalmente, pelas dúvidas e falta de conhecimento. Por isso, o objetivo deste artigo é informar tudo sobre este ato que pode salvar vidas.

Doação de sangue: Saiba mais!

Anualmente são coletadas no Brasil, cerca de 3,7 milhões de bolsas de sangue, correspondendo ao índice de 1,85 da população. Enquanto na Europa e nos Estados Unidos, este percentual atinge a média de 5 a 7%.

O Ministério da Saúde investe em muitas ações para aumentar esta taxa de doação. Uma delas é aumentar o limite de idade dos doadores, passando de 18 para 16 anos a idade mínima e aumentando a idade máxima para 69 anos.

Outra forma de incentivo à doação é a comemoração do Dia Mundial do Doador de Sangue, em 14 de junho, visando homenagear o doador e conscientizar a população da importância do gesto.

O que é a doação de sangue e como é feita?

A pessoa se apresenta voluntariamente em um centro especializado para a coleta de sangue. A retirada do sangue é feita por meio da introdução de uma agulha em um dos braços.

A coleta é realizada por pessoal capacitado e com supervisão médica ou de enfermeiro, para garantir que o doador esteja bem amparado. Antes e depois da doação de sangue, o doador passa pelas seguintes etapas:

  1. Faz o cadastro para doação, mediante apresentação do documento de identificação com foto;
  2. Faz uma pré-triagem para verificar os sinais vitais, peso e teste de anemia;
  3. Passa também por uma triagem clínica, com uma entrevista individual, na qual os antecedentes e o estado geral de saúde são avaliados. O objetivo é garantir uma coleta sem riscos, tanto para o doador, quanto para o receptor;
  4. São coletados 450 ml de sangue mais amostras para testes laboratoriais;
  5. Após a doação é importante hidratar-se bastante e fazer um lanche. É interessante permanecer no local por cerca de 15 minutos após o término da doação.

Requisitos básicos para ser doador de sangue

A grande maioria das pessoas pode ser doadora. Porém, existem alguns requisitos básicos:

  • Saúde geral em boas condições;
  • Descanso mínimo de 6 horas;
  • Idade entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos precisam de autorização do responsável). A primeira doação deve ocorrer até 60 anos;
  • Ter peso superior a 50kg;
  • Ter se alimentado, de forma saudável, nas últimas horas antes da doação;
  • Não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 12 horas antes da doação;
  • Não ter fumado pelo menos 2 horas antes da doação;
  • Apresentar documento oficial, com foto;
  • Respeitar o período de intervalo entre uma doação e outra;
  • Tem um estilo de vida saudável e sem comportamento de risco.

Quem não pode doar

Algumas normas garantem a saúde das pessoas que receberão o sangue, evitando que este esteja contaminado por outras doenças. Por este motivo, algumas pessoas não podem ser doadoras por um período de tempo ou definitivamente.

Impedimentos temporários:

  • Anemia, hipertensão ou hipotensão arterial;
  • Alteração de batimentos cardíacos;
  • Febre, gripe ou resfriado;
  • Gravidez ou amamentação com menos de 12 meses;
  • Parto normal a menos de 90 dias ou cesariana a menos de 180 dias;
  • Tatuagem, maquiagem definitiva ou acupuntura com menos de 12 meses;
  • Exposição a risco de doenças sexualmente transmissíveis;
  • Ter realizado procedimento endoscópio (aguardar 6 meses);
  • Ter extraído dente ou feito tratamento de canal (aguardar 7 dias);
  • Ter feito cirurgia odontológica com anestesia geral (aguardar 4 semanas);
  • Herpes labial.

Impedimentos definitivos:

  • Portador de Doença de Chagas;
  • Hepatite (após 11 anos);
  • Portador dos vírus HIV, HCV, HBC e HTLV;
  • Usuários de drogas injetáveis

No momento da avaliação, outros critérios podem ser levados em consideração.

Onde doar?

Existem Hemocentros espalhados nas grandes cidades para doação de sangue. Para encontrar o mais próximo, você pode procurar na Internet.

Quem reside na região oeste de Santa Catarina, pode procurar o Hemocentro Regional de Joaçaba – (49) 3527.2200 – Av. XV de Novembro, 23 – Centro – Atendimento de Segunda a Sexta: 12:30h às 18:30h.

Ajude a divulgar essas informações importantes compartilhando este artigo em suas redes sociais.

Você e sua família vivendo com tranquilidade.

Já conhece nosso Plano de Assistência Funeral?
Deixe seus dados que entraremos em contato com você, para tirar suas dúvidas.

Você e sua familia vivendo com tranquilidade

Já conhece o Plano São Judas Tadeu?
Deixe seus dados que entraremos em contato com você, para tirar suas dúvidas.