4 coisas sobre o que fazer por quem está em luto e ajudar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Ele era tão bom. Estamos numa fila. Enfim, descansou. Estive com ele ontem. Estas são algumas das frases clichês que dizemos pra quem perdeu alguém que amava. Queremos consolar, ajudar a pessoa seguir em frente, mas não é fácil saber direito o que falar e o que fazer por quem está em luto

Presença, sensibilidade e empatia  

Por vezes, não encontramos as palavras mais indicadas. Em outras, apresentamos gestos que consideramos adequados e depois percebemos que não caíram bem. Para confortar uma pessoa querida e que atravessa um período de luto, é necessário ter bastante sensibilidade e empatia.

Sabemos que a morte faz parte da vida, mas esta constatação por si só não é suficiente para ajudar quem está diante do sofrimento provocado pela perda. Afinal, ela teve diversas experiências com o familiar ou amigo próximo e querido. E cada um tem seu jeito próprio de sofrer.

Em resumo, quando uma pessoa perde alguém importante, o que ela mais precisa é de uma conversa carinhosa com lembranças de momentos especiais vividos com quem se foi, de um oferecimento sobre uma ajuda prática ou simplesmente de um bom ouvido para absorver um desabafo. 

A trajetória do luto é cheia de etapas. A superação de uma perda demora. Mas quando se tem algum alento e suporte emocional vindos de quem gostamos, tudo se torna mais fácil.

Por isso, vamos dar algumas dicas sobre o que fazer por quem está em luto. Avalie o que é melhor no seu caso. O importante é não se afastar pensando que assim está ajudando. 

4 coisas sobre o que fazer por quem está em luto e ajudar

1. Seja sincero e verdadeiro

Muitas vezes, na ânsia de ajudar, falamos coisas que não são verdadeiras ou não acreditamos. Procure focar os fatos. Se ponha no lugar da pessoa e pense no que ela provavelmente está sentindo. Assim, suas possibilidades de acertar são maiores. 

Pense se fosse você numa situação similar. O que gostaria de ouvir? Mostre que também está abalado, mas não queira provar que está sentindo igual ou mais que a pessoa que está enfrentando o luto. Diga também que você está junto dela para o que der e vier. O enlutado não se sentirá só.

2. Procure ouvir mais do que falar

Quando estão de luto, as pessoas precisam tanto de um ombro amigo pra chorar, quanto de bons ouvidos para serem ouvidas. Preste atenção no que quem perdeu um ente querido tem a dizer. Deixe a conversa fluir sem fazer muitas perguntas. 

Estando presente e mostrando-se solícito para escutar sem julgamentos, você ajuda a pessoa a se sentir mais leve porque ela estará compartilhando a dor que sente. Quando o enlutado expressa seus próprios sentimentos, os pensamentos negativos tendem a desaparecer e fica mais fácil aguentar a tristeza. 

3. Se a pessoa não quiser se abrir, não insista

Em muitas ocasiões, nem é preciso falar nada. E também não pressione pra pessoa falar caso não queira. O que ela mais precisa talvez sejam gestos como acenos de cabeça, disposição em ficar de mãos dadas, um abraço ou simplesmente que você fique ao lado dela em silêncio. 

Abanar no caso de muito calor, oferecer um suco gelado ou um café quentinho, segurar algo de valor que possa estar incomodando ou colocar levemente suas mãos nos ombros da pessoa são atitudes bem-vindas. Porque transmitem afeto e preocupação. 

4. Se perceber que é necessário, aconselhe sobre ajuda profissional

Geralmente, o luto é superado quando a pessoa tem suas angústias administradas e não negadas. Quando ela se sente acolhida por todos que lhe querem bem, se refaz com menos dificuldades. 

Porém, é preciso ficar bem atento para que cada fase do luto seja vivenciada. E que o período de luto não se estenda demasiadamente. Existem perdas que impedem quem fica de seguir a vida. Se a depressão e todos os seus sintomas se instalarem, não hesite em sugerir a ajuda de um psicólogo ou até mesmo de um médico.

Leia, também nossas 11 dicas de etiqueta em situações de luto! 

Você e sua familia vivendo com tranquilidade

Já conhece o Plano São Judas Tadeu?
Deixe seus dados que entraremos em contato com você, para tirar suas dúvidas.