Filme A culpa é das Estrelas: lições pra vida

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Um diagnóstico de câncer pode dar um nó na língua de amigos e familiares ou levá-los a fazer comentários inapropriados, apesar de bem-intencionados. Infelizmente não existe um manual de instruções para este momento difícil. Mas, alguns filmes que abordam o tema podem ajudar nesta situação. Hoje indicamos o filme “A Culpa é das Estrelas”.

O filme apresenta a comovente estória de amor entre Hazel Grace Lancaster e Augustus Waters. Dois adolescentes que se conhecem em um grupo de apoio para pacientes com câncer.

Por causa da doença, Hazel sempre descartou a ideia de se envolver amorosamente, mas acaba cedendo ao se apaixonar por Augustus. Juntos, eles viajam para Amsterdã, onde embarcam em uma jornada inesquecível.

O filme, lançado em 2014, foi um grande sucesso de bilheteria. Só no Brasil, 5,5 milhões de pessoas foram aos cinemas para assistir. Teve um faturamento de 120 milhões de dólares nos Estados Unidos e mais 120 milhões onde foi exibido mundo afora.

Além de arrebatar nossos corações, Hazel e Gus têm muito a nos ensinar sobre a vida, sobre como viver, valorizar momentos e enfrentar os medos.

Filme A culpa é das Estrelas: lições pra vida

Tudo é infinito enquanto dura!

Isso já foi cantado em verso e prosa. E é uma das frases de Hazel. Não importa quanto tempo temos para aproveitar a vida. O importante é aproveitar e viver intensamente agora. Não sabemos quanto tempo ainda temos.

Ser feliz na simplicidade:

A felicidade está nos momentos e nas coisas simples. Basta saber olhar com cuidado e saber valorizar cada momento. A vida não precisa ser uma festa o tempo todo.

Mas é fundamental aprendermos a dar valor a uma conversa com um amigo, ao conforto de uma bebida quente, ao sorriso do filho, enfim coisas simples que fazem parte do nosso dia a dia. E que só precisam de um olhar mais atento e um coração simples para nos trazer felicidade.

Procurar o lado bom:

Mesmo em meio à dor, ver as coisas pelo lado positivo sempre ajuda. Não podemos permitir que os problemas dominem nossa vida ao ponto de perder a fé, a esperança e a alegria.

Procurar um motivo para seguir em frente, um ouvido amigo para desabafar, um programa que traga momentos de alegrias são formas de manter a positividade e a alegria.

Demonstrar e falar dos sentimentos:

Sempre achamos que nada acontece conosco. Então, adiamos demonstrações de afeto e palavras de amor. Isso é algo que não pode ficar para depois. Devemos dizer às pessoas o quanto as amamos e o quanto são importantes para nós hoje, agora.

Sentimentos devem ser compartilhados, mesmo que sejam duros ou tristes. Devemos expor o que vai em nossos corações. Isto estreita os laços e alivia o coração. Cuide dos familiares e amigos, mantendo diálogo e contato frequente.

Dar espaço para a dor:

Fugir da dor pode apenas prolongar o sentimento e trazer consequências à saúde e ao bem-estar. É importante saber encarar a dor e conviver com ela. Não podemos deixar que ela nos domine, mas podemos aprender com ela.

Correr atrás dos sonhos:

São os sonhos que nos impulsionam a seguir em frente. E cada passo em direção a este sonho deve ser valorizada. Muitas vezes, a busca é que torna o encontro mais feliz. Sempre há um motivo para viver e correr atrás dos sonhos.

Essas são apenas algumas lições que o filme nos traz. Cada um, dependendo da situação em que se encontra, pode tirar uma lição bem particular. O mais importante é que estejamos conscientes de nossa passagem pela terra, de como queremos viver nossa vida e do que queremos deixar.

Gostou do texto? Então compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também possam aprender com o filme.

Você e sua familia vivendo com tranquilidade

Já conhece o Plano São Judas Tadeu?
Deixe seus dados que entraremos em contato com você, para tirar suas dúvidas.