Como meditar pode te ajudar em momentos difíceis

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Primeiro vem a notícia. Depois as cerimônias fúnebres. E quando a gente volta pra casa, vem a pergunta que não quer calar. E agora? Como viver sem a pessoa que se foi? A morte sempre esteve e sempre estará cercada de mistérios e dor. E durante o processo de luto, a meditação é uma forte aliada para se alcançar a superação.

 Não é somente neste tipo de situação que a meditação contribui para o bem-estar. Meditar pode te ajudar em momentos difíceis que não diretamente relacionados à perda de alguém. 

Afinal, aquietar a mente, relaxar, ficar um tempo olhando apenas para o seu interior faz bem em qualquer tempo, principalmente quando é preciso dar valor para o agora e combater a ansiedade, os medos e os pensamentos negativos e recorrentes.   

Prática milenar busca pela serenidade

Não é de hoje que a meditação é praticada. Seguramente, também não se trata de um modismo. A prática é muito antiga, remontando às tradições orientais. Mais presente no Budismo e na Yoga, o ato de buscar serenidade por meio da meditação é adotado pelo Islamismo, Judaísmo e Cristianismo. 

Se você perdeu alguém, lembre-se que quanto mais você se isolar, maior a sensação de solidão e tristeza. Por isso, recomenda-se a companhia de familiares e amigos. Eles podem ajudar na aceitação e superação da perda. 

Mas ficar só e ter momentos para meditar também é um caminho que traz conforto e tranquilidade ao processo de luto. Entre outros benefícios, fazer meditação promove a manutenção da saúde física, espiritual e mental. Vamos aprender como praticar?   

Como meditar para ajudar em momentos difíceis: Passo a passo

  • É natural que em algum momento da vida teremos que lidar com a morte de um ente querido. Criar uma rotina de meditação para a fase de luto é uma ótima opção de ajuda para esses momentos. A prática é uma forma de transformar as emoções negativas geradas pela perda em bons sentimentos.
  • A meditação deve ser feita numa posição confortável. Veja se no seu caso, o melhor é ficar deitado, em pé, sentado ou até andando. Muitos preferem adotar a chamada posição de lótus indiana, ou seja, sentado com as pernas cruzadas e os pés em oposição às coxas.  
  • Pode ser usada uma vela acesa, um aroma agradável de incenso ou flores naturais e uma música calma. Os mantras também são ótima companhia para esses momentos. Rezar como sugere a tradição cristã também é uma forma de meditação.
  • A duração da meditação pode variar de alguns minutos até uma hora. O importante é que você se esforce ao máximo para tranquilizar sua mente e dar espaço somente para pensamentos positivos. Se precisar ir ao banheiro ou comer algo leve, faça-o antes de começar a meditar. 
  • Não se distraia com notificações de celular, rádio ou TV. Se blinde de ruídos externos. Concentre-se totalmente na meditação sob as luzes apagadas ou bem baixas.
  • Fuja de roupas que apertem ou sejam desconfortáveis. Nem o frio ou calor devem interromper seu estado meditativo. Use roupas soltas e retire acessórios como óculos, chaves nos bolsos e bijuterias.
  • Experimente uma ou mais almofadas, principalmente se for meditar sentado ou deitado no chão. Foco na sua própria energia, mantendo uma postura reta e abrindo espaço para esta energia fluir.  
  • Concentre-se na sua respiração, no inspirar e expirar! Sinta o ar entrando no nariz, preenchendo totalmente seus pulmões e depois saindo lentamente. Quando você fizer isso de forma consciente, vai notar que os pensamentos negativos vão pouco a pouco desaparecendo. 
  • Os pensamentos podem voar e teimar em ocupar sua mente. Obrigações do seu trabalho, suas contas a pagar, compromissos e os problemas em geral devem ser banidos da sua mente enquanto você estiver meditando. 
  • Esforce-se neste sentido. Para algumas pessoas, a contagem da respiração ajuda bastante a evitar que os pensamentos se dispersem. 

Gostou das nossas dicas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais e saiba também Como Aproveitar os Bons Momentos da Vida ao Lado de Quem se Ama!